Dados econômicos levam ações europeias a máximas em 2 meses e meio

terça-feira, 13 de agosto de 2013 14:23 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 13 Ago (Reuters) - As ações europeias atingiram máxima em dois meses e meio nesta terça-feira, com dados econômicos favoráveis reforçando expectativas de que a zona euro está finalmente saindo da recessão.

Aumentos do índice de confiança ZEW da Alemanha e da produção industrial da zona do euro melhoraram o sentimento do investidor e estabeleceram um cenário positivo para a divulgação na quarta-feira dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro no segundo trimestre, cuja expectativa é de que mostre que o bloco monetário esteja saindo da recessão.

Os dados ajudaram o índice FTSEurofirst 300 a fechar em alta de 0,6 por cento, a 1.236 pontos, próximo de sua máxima em 2013 de 1.258 pontos. O índice de blue-chips da zona do euro Euro STOXX 50 subiu 0,5 por cento, a 2.841 pontos.

"Desde que os dados continuem a vir como vimos (com) o ZEW e a produção industrial hoje... isso deve continuar a desenvolver positividade dentro do mercado", afirmou o chefe de estratégia de investimento do Bank of America Merrill Lynch, John Bilton.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,57 por cento, a 6.611 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,68 por cento, para 8.415 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 0,51 por cento, a 4.092 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 0,68 por cento, para 17.380 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 fechou em alta de 0,47 por cento, a 8.758 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 1,25 por cento, para 6.036 pontos.