Bovespa segue Wall St e fecha em alta pela quinta sessão seguida

terça-feira, 13 de agosto de 2013 18:14 BRT
 

SÃO PAULO, 13 Ago (Reuters) - O principal índice da Bovespa emendou a quinta alta seguida nesta terça-feira, na esteira das bolsas norte-americanas, em meio a comentários de uma autoridade monetária dos Estados Unidos que aliviaram receios sobre uma iminente redução da liquidez internacional.

O Ibovespa subiu 0,60 por cento, a 50.600 pontos. O giro financeiro da sessão foi de 7,6 bilhões de reais.

O presidente do Federal Reserve de Atlanta, Dennis Lockhart, disse que o desempenho da economia dos EUA continua mista demais para que a autoridade monetária estabeleça um plano detalhado para a retirada ou redução do programa de compra de títulos, que tem garantido liquidez no mercado internacional.

Os comentários foram bem vistos pelo mercado, que mais cedo havia reagido negativamente a dados mostrando que as vendas no varejo dos EUA tiveram sua maior alta desde dezembro, sugerindo um fortalecimento da economia e, consequentemente, uma mudança na política do Fed.

Uma mudança na política monetária dos EUA poderá limitar os ganhos na bolsa paulista, que tem exibido recuperação nos últimos dias.

"A recente recuperação da Bovespa tem ocorrido amparada quase totalmente em dados positivos da China, do Japão e da Europa. A perspectiva de fim dos estímulos do Fed deve derrubar esses ganhos", afirmou o operador de renda variável Luiz Roberto Monteiro, da Renascença Corretora.

O Ibovespa acumula alta de 4,91 por cento no mês de agosto, mas ainda tem queda de 17 por cento no ano.

Segundo profissionais do mercado, a sessão foi marcada ainda pela disputa sobre o vencimento de opções sobre Ibovespa e contratos de Ibovespa futuro, que ocorrem na quarta-feira.

"Movimentos de curto prazo acabam influenciando o comportamento do índice no período antes dos vencimentos", afirmou o sócio-diretor da Título Corretora Marcio Cardoso.   Continuação...