Lucro trimestral da Aliansce cai por despesas financeiras

terça-feira, 13 de agosto de 2013 21:10 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 13 Ago (Reuters) - A administradora de shopping centers Aliansce teve forte queda no lucro líquido no segundo trimestre, pressionada por maiores despesas financeiras, apesar do avanço dos indicadores operacionais.

De abril a junho, a companhia teve lucro líquido gerencial de 17,56 milhões de, queda de 48,6 por cento na comparação anual, informou nesta terça-feira.

Incluindo os resultados atribuídos a acionistas não controladores, o lucro consolidado foi de 21,3 milhões de reais, queda de 43,7 por cento na comparação anual.

"No segundo trimestre, o lucro líquido foi impactado pelo resultado financeiro", afirmou a companhia, em relatório.

Além disso, no segundo trimestre de 2012, o lucro líquido incluiu um ganho não recorrente pela compra vantajosa de participação em cinco shoppings no valor de 19,1 milhões de reais, disse a Aliansce.

O resultado financeiro gerencial entre abril e junho ficou negativo em 39,3 milhões de reais, ante 27,9 milhões de reais um ano antes, uma alta de 40,6 por cento.

No plano operacional, a companhia divulgou em julho que as vendas em seus shoppings cresceram 17,9 por cento no segundo trimestre na comparação anual, para 1,6 bilhão de reais.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) gerencial caiu 6,7 por cento na mesma base de comparação, a 75,98 milhões de reais. A receita líquida de 107,96 milhões de reais mostrou crescimento anual de 20,9 por cento.

O crescimento orgânico do portfólio foi responsável por 42,7 por cento da evolução das vendas, adicionou a empresa.

As vendas mesmas lojas (abertas há mais de 12 meses) aumentaram 8,6 por cento no segundo trimestre e foram prejudicadas em junho, em meio manifestações populares em todo o país. (Por Juliana Schincariol)