HRT amplia prejuízo no 2o trimestre, para R$546 milhões

quarta-feira, 14 de agosto de 2013 07:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de petróleo e gás HRT viu seu prejuízo líquido crescer mais de 10 vezes no segundo trimestre deste ano, ante igual período de 2012, em um período marcado pela descoberta de um poço sem volume comercial na Namíbia e um poço seco na bacia do Solimões, no Brasil.

A companhia registrou resultado negativo de 546,06 milhões de reais entre abril e junho ante prejuízo de 50,6 milhões no segundo trimestre de 2012.

O impacto ocorreu na linha "outras despesas", que passou de 8,96 milhões de reais para 457,78 milhões no período.

Segundo a HRT, a variação ocorreu como "resultado dos custos de exploração impactados pela baixa de ativos intangíveis, no montante de 450 milhões de reais, os quais se referem aos poços do projeto Solimões e Namíbia que não obtiveram resultados comerciais, bem como os blocos SOL-T-219 e SOL-T-220 que foram devolvidos."

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou negativa em 562,94 milhões de reais, ampliando em quase cinco vezes o número também negativo registrado um ano antes.

Já a receita líquida da empresa somou 852 milhões de reais, ante dado negativo em 12 milhões de reais um ano antes.

(Por Roberta Vilas Boas)