Bradespar tem queda de 94% no lucro no 2o trimestre

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 08:54 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Bradespar registrou queda anual de 94 por cento no lucro líquido do segundo trimestre, impactada por efeitos cambiais e monetários contábeis relacionados à sua participação na Vale.

A companhia de participações do Bradesco informou que o lucro líquido do segundo trimestre totalizou 13,179 milhões de reais. Sem incluir os efeitos contábeis, o resultado seria positivo em 369,2 milhões de reais ante 219,7 milhões de reais no mesmo período de 2012.

A receita operacional caiu 80,5 por cento na mesma base de comparação, para 62,2 milhões de reais, ante 318,6 milhões de reais entre abril e junho de 2012, também impactada pelos resultados da Vale.

"No segundo trimestre, em meio a um ambiente macroeconômico adverso e declínio de preços de minérios e metais, a Vale foi afetada, significativamente, nos seus indicadores financeiros", afirmou a Bradespar no balanço. "Além disso, ajustes contábeis não recorrentes, que não afetam seu resultado financeiro, mas devem ser aplicados de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, contribuíram desfavoravelmente para os resultados da Vale", acrescentou a empresa.

A Vale divulgou no início do mês que o lucro líquido do segundo trimestre despencou para 832 milhões de reais ante 5,32 bilhões no mesmo período de 2012, refletindo perdas contábeis bilionárias por conta do efeito da valorização do dólar na sua dívida.

Além da participação na gigante de mineração, a Bradespar tem fatia na CPFL Energia, que nesta quarta-feira informou prejuízo líquido de 134 milhões de reais no segundo trimestre.

(Por Roberta Vilas Boas)