JBS espera reduzir em 2% no custo da dívida da Seara

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 12:12 BRT
 

SÃO PAULO, 15 Ago (Reuters) - A JBS, maior exportadora global de carnes, espera renegociar com credores e obter uma redução de 2 por cento no custo total da dívida da Seara, disse o presidente da companhia em conferência com analistas.

A JBS comprou a Seara Brasil, divisão de aves e suínos da Marfrig no início de junho, em uma operação que envolveu a assunção de 5,85 bilhões de reais em dívidas.

A operação ainda depende de aprovação do órgão antitruste (Cade) para ser finalizada, mas 2,85 bilhões de reais da dívida bruta já foram transferidos para a JBS, segundo informou a Marfrig ao divulgar seu resultado trimestral.

"Mais de 95 por cento da dívida (da Seara) já está negociada, aprovada e aguardando aprovação do órgão regulador para formalizar a transferência da dívida", disse o presidente da JBS, Wesley Batista, em conferência com analistas para comentar os resultados trimestrais.

O executivo acrescentou que os bancos credores da Seara também são "parceiros" da JBS, e a expectativa é ter um perfil melhor do endividamento e uma redução de 2 por cento no custo total da dívida.

Mesmo com a assunção da dívida da Seara, a JBS espera manter o processo de redução de seu índice de endividamento, que terminou o último trimestre em 3,28 vezes (relação entre dívida líquida/Ebitda), número que já inclui o que foi absorvido da divisão de aves e suínos adquirida da Marfrig, disse Batista.

O lucro da JBS dobrou no segundo trimestre de 2013, somando 338 milhões de reais, ante igual período do ano passado, em número próximo das estimativas do mercado.

CÂMBIO

A política de hedge da empresa limitou as perdas pelo impacto cambial, que somaram cerca de 270 milhões de reais no período, devido à alta do dólar, disse o executivo.   Continuação...