Sul-africano Standard Bank alerta para desaceleração de crédito

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 15:32 BRT
 

Por Helen Nyambura

JOHANESBURGO, 15 Ago (Reuters) - Uma alta na inadimplência lançou uma sombra sobre os empréstimos do Standard Bank Group, maior banco da África do Sul, ressaltando pressões vividas por consumidores na maior economia da África.

Um em cada quatro sul-africanos está desempregado e o número de correntistas com problemas em seus registros de crédito --com três ou mais pagamentos em atraso-- subiu para quase 50 por cento ante 36 por cento em 2006.

O banco, que vem concedendo empréstimos de maior risco, mas de margens maiores, e que está elevando taxas de financiamentos de baixo risco, teve um aumento de 11 por cento no lucro do primeiro semestre, apesar das perdas com crédito terem crescido 28 por cento.

A instituição baseada em Johanesburgo e que é 20 por cento detida pelo Industrial and Commercional Bank of China, afirmou que o lucro líquido com empréstimos subiu 20 por cento, para 18,8 bilhões de rands (1,9 bilhão de dólares).

O banco está em negociações avançadas para vender seus negócios de commodities e de câmbio baseados em Londres por mais de 500 milhões de dólares, disseram fontes à Reuters no mês passado.

O Standard Bank vendeu negócios na Argentina, Rússia e Turquia e está focando sua atenção em economias em rápido crescimento ao norte de suas fronteiras.