Goldman e Morgan Stanley negociam compra de fatia no chinês Huarong

sexta-feira, 16 de agosto de 2013 07:05 BRT
 

HONG KONG, 16 Ago (Reuters) - O Goldman Sachs, o Morgan Stanley e o Deutsche Bank têm mantido conversações com o chinês Huarong Asset Management Corp para investir 1,5 bilhão de dólares na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) esperada para o próximo ano, noticiou o Financial Times.

O interesse de bancos estrangeiros no Huarong ocorre em meio a preocupações de uma iminente onda de empréstimos ruins em toda a China. Um aumento na inadimplência elevaria a demanda por serviços de empresas de gestão de ativos da China.

O Huarong, criado em 1999, é o maior dos quatro fundos que o governo chinês criou para remover estimados 1,4 trilhão de iuanes (230 bilhões de dólares) em maus empréstimos dos quatro maiores bancos do país.

Criar essas empresas de gestão de ativos permitiu aos quatro principais bancos da China reduzir os maus empréstimos e listar ações publicamente.

Goldman Sachs, Morgan Stanley e Deutsche Bank não quiseram comentar. O Huarong não pôde ser encontrado imediatamente.

(Por Denny Thomas)