Ações dos EUA recuam e Dow Jones tem maior queda semanal em um ano

sexta-feira, 16 de agosto de 2013 18:58 BRT
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK, 16 Ago (Reuters) - As bolsas nos Estados Unidos fecharam em leve queda nesta sexta-feira, e o índice Dow Jones registrou seu maior declínio semanal em mais de um ano, com as ações sendo prejudicadas pela alta nos rendimentos dos títulos e diante de resultados decepcionantes no setor de varejo.

O índice Dow Jones recuou 0,20 por cento, para 15.081 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,33 por cento, para 1.655 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,09 por cento, para 3.602 pontos.

O setor de serviços públicos do S&P 500, que recuou 1,1 por cento, liderou o declínio do dia, na medida em que o rendimento dos Treasuries, títulos de dívida soberana dos EUA, avançou 2,83 por cento, tornando as ações que pagam altos dividendos menos atraentes.

A Nordstrom, que anunciou seus resultados na noite de quinta-feira, foi a mais recente rede de lojas de departamento a divulgar receita abaixo das estimativas. A varejista de alta linha reduziu suas projeções de lucro e vendas para o ano, e seu papel caiu 4,9 por cento, a 56,43 dólares.

Mais cedo nesta semana, a Macy's anunciou inesperado declínio nas vendas e culpou a hesitação dos consumidores. A ação da Macy's recuou 2,8 por cento, para 44,99 dólares.

Foi a segunda semana de perdas para os principais índices acionários dos EUA. O Dow Jones teve oscilação negativa de 2,2 por cento na semana, pior declínio desde junho de 2012, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq registraram suas piores quedas semanais desde junho de 2013.

"Considerando o quanto o consumidor tem sido um poço de energia, eu acho que há coisas que pelo menos te fazem parar e considerar se você deveria ser um comprador agressivo de ações ligadas ao varejo", disse o vice-presidente de investimentos do North Star Investment Management, Eric Kuby.