Vodafone paga milhões de euros em acordo fiscal, diz jornal

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 07:47 BRT
 

19 Ago (Reuters) - A Vodafone pagou milhões de euros à autoridade fiscal britânica como parte de um acordo relacionado com sua unidade irlandesa, informou o jornal The Guardian no domingo.

O periódico noticiou que contas apresentadas em Dublin mostraram que em 2009 a HMRC, autoridade fiscal do Reino Unido, iniciou uma disputa com provedores de telecomunicações britânicos acerca dos impostos irlandeses.

O tamanho total do acordo não foi revelado, mas envolveu a reivindicação da Vodafone de 67 milhões de euros (89,33 milhões de dólares) do governo irlandês em impostos que deveriam ter sido pagos no Reino Unido, disse o Guardian.

"A Vodafone opera em plena conformidade com a lei e sempre sob uma política de total transparência com as autoridades fiscais em todos os países em que atuamos", disse a empresa num comunicado em resposta ao artigo.

A Vodafone foi alvo de críticas nos últimos anos depois de afirmar não ter pago qualquer imposto corporativo na Inglaterra por dois anos em função de condições operacionais difíceis em seu mercado doméstico.

O jornal Guardian disse que a Vodafone usou uma filial irlandesa, a Vodafone Irlanda Marketing Ltd (VIML), para coletar pagamentos de royalties de empresas e joint ventures em todo o mundo pela utilização de sua marca.

O jornal relatou que durante um período de quatro anos, os royalties recolhidos na maioria dos países, exceto no Reino Unido e Itália, ajudaram a Vodafone a enviar mais de 1 bilhão de euros em dividendos à jurisdição de baixa tributação de Luxemburgo, a partir de Dublin.

A Vodafone afirmou em seu comunicado que o acordo com a HMRC era relacionado a uma série de fatores técnicos envolvendo arranjos para transferências de preços dentro do grupo.

(Por Karen Rebelo em Bangalore e Kate Holton em Londres)