Soja e milho sobem 3% na CBOT com ameaça climática nos EUA

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 13:52 BRT
 

CHICAGO, 19 Ago (Reuters) - Os futuros da soja e do milho registraram alta de 3 por cento nesta segunda-feira na bolsa de Chicago (CBOT), aproximando-se de máximas de quatro semanas, por preocupações com o tempo seco que ameaça reduzir as produtividades das safras dos EUA.

O trigo avançou 1,5 por cento mais cedo, com sustentação dos mercados de soja e milho, segundo operadores e analistas.

"É um mercado de clima, não há muita chuva em todo o Meio-Oeste. Espero ver as condições de milho caírem 2 pontos percentuais hoje, e as da soja de 1 a 2 pontos", disse o especialista de futuros para o Citigroup, Sterling Smith.

Às 13h49, o novembro da soja subia 2,64 por cento, a 12,925 dólares por bushel, enquanto o dezembro do milho avançava 3,07 por cento, a 4,7775 dólares por bushel, e o setembro de trigo subia 1 por cento, a 6,38 dólares.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) vai divulgar mais tarde seu relatório semanal sobre as condições das lavouras.

Um clima mais seco até o fim de agosto deverá reduzir as perspectivas de produtividade para a soja e o milho nos EUA, disse um meteorologista agrícola nesta segunda-feira.

(Por Sam Nelson)