ANS suspende venda de 212 planos de saúde de 21 operadoras

terça-feira, 20 de agosto de 2013 13:08 BRT
 

SÃO PAULO, 20 Ago (Reuters) - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu nesta terça-feira a venda de 212 planos de saúde de 21 operadoras devido a problemas sobre prazos para marcação de consultas médicas, exames e cirurgias, além de negativas de cobertura.

De março a junho de 2013, foram recebidas 17.417 reclamações de sobre a garantia de atendimento, informou a ANS em nota.

A suspensão ocorre após resultados do sexto ciclo de monitoramento sobre o cumprimento das regras de atendimento das operadoras de plano de saúde, referente ao período de 19 de março a 18 de junho de 2013.

Das 553 operadoras com pelo menos uma reclamação sobre o não cumprimento de prazos máximos para atendimento ou que negaram algum outro tipo de cobertura nesses três meses, 532 são operadoras médico-hospitalares e 30 voltadas exclusivamente à assintência odontológica.

A ANS já suspendeu 618 planos de 73 operadoras desde o início do programa de monitoramento, em 2012.

Operadoras de planos de saúde que não cumprem os critérios de garantia de atendimento definidos pela ANS estão sujeitas a multas de 80 mil a 100 mil reais. Em caso de reincidência, podem sofrer medidas como a suspensão da comercialização de parte ou totalidade dos seus planos.

Cerca de 48,6 milhões de pessoas no Brasil têm planos de saúde com cobertura de assistência médica e outros 18,6 milhões exclusivamente odontológicos.

A lista dos planos de saúde com comercialização suspensa pode se acessada no site da ANS. (here) (Redação São Paulo; AFR AAP)