Governo acredita que OGX devolverá Tubarão Azul em 2014, diz fonte

terça-feira, 20 de agosto de 2013 21:12 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 20 Ago (Reuters) - A devolução do campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos, que pertence à OGX, petroleira do grupo EBX, de Eike Batista, já é dada como praticamente certa pelo governo, segundo disse à Reuters uma alta fonte com conhecimento direto do assunto.

Em meio a problemas financeiros associados à crise de credibilidade do grupo e à baixa produção dos poços de Tubarão Azul, a OGX deve devolver seu único campo em produção no mar ao governo em 2014.

"Nossa expectativa é que Tubarão Azul produza só até o meio do ano que vem em função do custo e da plataforma que está lá", disse a fonte à Reuters, que pediu para não ser identificada.

A Reuters tentou sem sucesso entrar em contato com representantes da OGX por telefone.

No início de julho, a petrolífera informou que não mais investirá no aumento da produção de Tubarão Azul e que a extração poderá parar no ano que vem, por falta de tecnologia capaz de viabilizar economicamente investimentos adicionais.

"A plataforma que está lá é uma FPSO (unidade de produção afretada), e para ela ser viável economicamente precisa de mais produção", acrescentou a fonte, dizendo que o governo não pode obrigar a empresa a operar com prejuízo.

Segundo a fonte, a OGX tem dificuldades em manter em Tubarão Azul uma estrutura cara de produção e a situação financeira atual da companhia não permite o afretamento de uma unidade mais simples e menos onerosa para produzir no campo.

"A vazão lá é baixa e não acredito que eles consigam sobreviver com essa produção, e tudo indica que eles vão querer devolver", disse a fonte.   Continuação...