Varejista Target vê lucro anual no piso das estimativas

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 10:11 BRT
 

Por Jessica Wohl

CHICAGO, 21 Ago (Reuters) - A varejista Target advertiu nesta quarta-feira que seu lucro anual deverá ficar perto do mínimo da sua faixa de previsão, antecipando gastos cautelosos dos consumidores.

As ações da empresa caíram para 66,88 dólares na negociação pré-mercado após o fechamento de 67,95 dólares na terça-feira.

A Target, que concorre com o Wal-Mart Stores e outros varejistas de descontos com um mix de produtos de primeira necessidade, vestuário e acessórios, disse que lucrou 611 milhões de dólares, ou 95 centavos por ação, no segundo trimestre fiscal encerrado em 3 de agosto, abaixo dos 704 milhões dólares, ou 1,06 dólar por ação, um ano antes.

Incluindo os efeitos de abertura de lojas canadenses mas excluindo outros itens, a Target ganhou 97 centavos de dólar por ação, um centavo a mais do que os analistas esperavam, segundo pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S.

A Target espera que os consumidores norte-americanos mantenham a cautela "diante de pressões de orçamento familiar em curso", disse o presidente o conselho e presidente-executivo Gregg Steinhafel, em um comunicado.

Ele acrescentou que a empresa continuou a "aprender, ajustar e aperfeiçoar as operações" cinco meses depois de abrir suas primeiras lojas canadenses, o que pode sugerir que a animação inicial sobre as novas lojas diminuiu.

Em maio, a Target, observando que os compradores estavam se limitando a listas de compras, aparou sua estimativa de lucro ajustado fiscal do ano para uma faixa de 4,70 a 4,90 dólares por ação, ante 4,85 a 5,05 dólares por ação, prevista anteriormente. Ele agora espera que o lucro por ação ajustado fique perto da extremidade mais baixa da faixa de previsão de maio.

As vendas do segundo trimestre subiram 4 por cento, para 17,12 bilhões de dólares, abaixo das estimativas dos analistas de 17,26 bilhões de dólares.

As vendas nas lojas abertas há pelo menos um ano, ou vendas mesmas lojas, cresceram 1,2 por cento, abaixo da estimativa da empresa de crescimento de 2 a 3 por cento.