Staples corta estimativas depois de resultados fracos no exterior

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 11:10 BRT
 

Por Dhanya Skariachan

21 Ago (Reuters) - A Staples apresentou resultados trimestrais mais fracos do que o esperado na quarta-feira diante da redução de vendas nos mercados internacionais, como Europa e Austrália, o que levou a maior varejista dos EUA em produtos de escritório a cortar suas estimativas para o ano.

As ações da Staples caíram 12,4 por cento, para 14,75 dólares, na negociação antes da abertura do mercado.

O menor tráfego de clientes levou a uma redução de 6 por cento nas vendas em lojas europeias abertas há pelo menos um ano. A empresa também atribuiu parte das perdas ao fechamento de 49 lojas europeias.

O lucro líquido da empresa caiu para 102,5 milhões de dólares, ou 16 centavos por ação no segundo trimestre que terminou em 3 de agosto, ante 120,4 milhões de dólares, ou 18 centavos por ação um ano antes.

Analistas em média esperavam um lucro de 18 centavos de dólar por ação, segundo pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas caíram 2 por cento, para 5,31 bilhões de dólares, aquém da estimativa média dos analistas de 5,37 bilhões de dólares. Vendas no negócio internacional caíram 8 por cento.

Para o ano todo, a Staples espera que as vendas recuem em um dígito, em vez do baixo crescimento de um dígito que previa em maio. Analistas esperavam vendas de 23,64 bilhões de dólares, abaixo dos 23,9 bilhões do ano anterior.

A Staples prevê ganhos de 1,21 a 1,25 dólar por ação para este ano, abaixo de sua previsão de maio de 1,30 a 1,35 dólar por ação, e abaixo das estimativas de 1,32 dólar dos analistas.