Ata do Fomc oferece poucos sinais sobre momento de redução de QE3

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 15:14 BRT
 

21 Ago (Reuters) - Apenas alguns membros do Federal Reserve acreditavam que em breve será o momento de "diminuir um pouco" o ritmo de compra de títulos pelo banco central norte-americano na reunião do mês passado do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), enquanto outros enfatizaram paciência ao decidir quando começar a reduzir o programa de estímulo.

A ata da reunião de 30 e 31 de julho do Fed, divulgada nesta quarta-feira, mostrou que quase todos entre os 12 integrantes do Fomc concordaram que uma mudança no estímulo ainda não é apropriada.

Investidores estão ansiosamente prevendo quando o Fed começará a reduzir os 85 bilhões de dólares em compras mensais de ativos.

As autoridades ressaltaram que a taxa de desemprego dos EUA --que atingiu 7,4 por cento no mês passado-- caiu "consideravelmente" desde que a última rodada de compra de títulos foi lançada em setembro, embora houvesse discordância sobre a melhora cumulativa, dando como exemplo o alto número de norte-americanos que desistiram da busca por emprego.

No fim, o Fed não fez nenhuma mudança formal de política na reunião do mês passado, afirmando em comunicado em 31 de julho que a economia dos EUA continua a precisar de auxílio.