Crescimento do setor privado da zona do euro supera expectativas--PMI

quinta-feira, 22 de agosto de 2013 07:45 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES, 22 Ago (Reuters) - A atividade empresarial na zona do euro acelerou neste mês em um ritmo mais rápido do que o esperado, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), impulsionada pela Alemanha.

O PMI composto preliminar do Markit avançou em agosto para 51,7 ante 50,5 em julho.

Essa foi a leitura mais alta desde junho de 2011 e superou todas as previsões em pesquisa da Reuters, cuja mediana apontava 50,9. Leitura acima de 50 significa expansão da atividade.

Embora o crescimento tenha acelerado na maior economia da zona do euro, a Alemanha, o cenário foi diferente na França, segunda economia do bloco, onde a atividade empresarial caiu.

Mas o Markit informou que o PMI composto, que avalia milhares de empresas pela região e é usado como indicador de crescimento, aponta para uma expansão econômica de 0,2 a 0,3 por cento no trimestre atual.

"Está parecendo bom. Se a zona do euro está acelerando então isso é bom para a economia global. A oscilação na França é um pouco preocupante, mas esperamos que isso seja corrigido", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

O crescimento retornou ao dominante setor de serviços da região --o PMI de serviços ficou acima da marca de 50 pela primeira vez desde o início do ano passado, atingindo 51,0 ante 49,8 em julho.

De forma similar, o crescimento acelerou na indústria, cujo PMI atingiu a máxima de 26 meses de 51,3, ante 50,3.

Ambos os PMIs superaram a expectativa em pesquisa da Reuters e o índice de serviços foi ainda melhor que a estimativa mais otimista.

Para mais informações, veja a matéria em inglês: