Leilão de energia contrata 1.505 MW de eólicas

sexta-feira, 23 de agosto de 2013 14:34 BRT
 

Por Anna Flávia Rochas

SÃO PAULO, 23 Ago (Reuters) - O leilão de energia de reserva desta sexta-feira contratou energia de 1.505 megawatts (MW) em projetos eólicos ao preço médio de 110,51 reais por megawatt-hora (MWh), em resultado considerado acima das expectativas pelo governo e por associação das empresas do setor.

A energia no leilão foi vendida com um desconto de 5,54 por cento ante o preço máximo inicial estabelecido de 117 reais por MWh.

"Foi um leilão de sucesso, que atingiu seus objetivos, ou seja, contratar uma quantidade expressiva de energia, a um preço bastante competitivo", disse o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, em coletiva de imprensa após o leilão.

Segundo ele, o preço de energia vendida foi "surpreendentemente baixo", diante das regras mais rígidas no leilão e alta do dólar afetando preços de equipamentos.

A Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica) considerou o resultado do leilão muito acima das expectativas.

"O resultado de 1,5 GW foi fantástico... E gostamos do preço médio também. Não esperávamos que (o resultado do leilão) fosse tão bom", disse a presidente da associação, Elbia Melo, após o leilão. Segundo ela, a associação espera que cerca de 2 GW de nova capacidade de energia eólica sejam viabilizados por ano no país.

No leilão, foram vendidos 118.428.660 MWh de energia, em contratos de 20 anos, com início de entrega de energia a partir de setembro de 2015. Os leilões de reserva servem para incrementar a oferta de energia do sistema e reduzir os riscos de desequilíbrio entre a oferta e demanda de energia.

Os 66 projetos vencedores do leilão estão na Bahia, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Piauí, Ceará e Pernambuco. O leilão movimentou 13,07 bilhões de reais em contratos de energia elétrica comercializados.   Continuação...

 
Gado pasta próximo a turbinas eólicas em Paracuru, no litoral do Ceará. O rápido leilão de reserva desta sexta-feira contratou energia de 1.505 megawatts (MW) em projetos eólicos ao preço médio de 110,51 reais por megawatt-hora (MWh), um desconto de 5,54 por cento ante o preço inicial máximo de 117 reais por MWh. 24/04/2009. REUTERS/Stuart Grudgings