Conab reduz safra de trigo do PR; país colherá menos de 5 mi t

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 13:33 BRT
 

SÃO PAULO, 26 Ago (Reuters) - A safra de trigo de 2013 no Paraná foi estimada em 1,98 milhão de toneladas, queda de 26 por cento ante a previsão anterior de 2,7 milhões de toneladas, devido a geadas no mês de julho, disse nesta segunda-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A nova previsão da Conab está em linha com a divulgada pelo governo do Paraná em meados do mês, quando o Departamento de Economia Rural (Deral) apontou uma safra de 1,9 milhão de toneladas.

Em função das geadas, o Paraná deverá perder o posto de principal produtor de trigo do país para o Rio Grande do Sul em 2013.

Apesar das perdas, o Brasil ainda colherá mais trigo do que no ano passado, quando o plantio foi menor do que o atual e adversidades climáticas também afetaram a produção nacional, especialmente a colheita gaúcha.

"Em termos reais, a safra nacional de trigo deve alcançar quase 5 milhões de toneladas", afirmou a Conab em nota sobre a nova estimativa, realizada após os efeitos das geadas terem sido dimensionados.

Em 2012, a produção de trigo do Brasil somou 4,4 milhões de toneladas, segundo a Conab.

Na temporada passada, o Paraná produziu 2,1 milhões de toneladas, enquanto o Rio Grande do Sul colheu 1,9 milhão de toneladas.

Os gaúchos deverão elevar a safra em 2013 para 2,45 milhões de toneladas, segundo a Conab.

Na próxima semana, os técnicos da Conab retornarão ao Paraná para realizar mais uma avaliação e levantar os possíveis efeitos das geadas do mês de agosto.

"Além de verificar a produção, eles irão avaliar também o impacto na qualidade do produto, cuja colheita já foi iniciada", disse a Conab.

(Por Laiz Souza)