Tensão política na Itália pressiona ações europeias

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 14:10 BRT
 

Por Blaise Robinson

LONDRES, 26 Ago (Reuters) - As ações italianas pressionaram os papéis da zona do euro nesta segunda-feira, afetadas por renovadas tensões políticas, ao mesmo tempo em que os volumes de negociação foram pequenos uma vez que os mercados da Grã-Bretanha permaneceram fechados devido a feriado.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com variação negativa de 0,01 por cento, a 1.223 pontos. Já o índice italiano FTSE MIB caiu 2,1 por cento e os rendimentos dos títulos do país subiram após membros do partido de centro-direita de Silvio Berlusconi advertirem que podem derrubar o governo se o ex-primeiro ministro for expulso do Parlamento devido a uma condenação recente.

Os investidores ficaram agitados com a ameaça de uma nova crise no governo, o que pode adiar esforços para reanimar a economia.

As ações de bancos italianos, que haviam subido desde o final de junho, estavam entre as mais afetadas nesta segunda-feira, com UniCredit, Intesa SanPaolo e Banco Popolare perdendo entre 3,3 e 4,2 por cento.

"As pessoas estão nervosas novamente com a estabilidade da Itália e os spreads de crédito estão se ampliando, mas no geral isso não deve arruinar a recuperação econômica que já começou", afirmou o analista da Brown Editore Riccardo Designori.

O índice das blue-chips da zona do euro Euro STOXX 50 fechou em queda de 0,2 por cento, a 2.821 pontos, enquanto os volumes de negociação ficaram em apenas 60 por cento do seu volume médio diário dos últimos 90 dias, registrando o quinto menor volume para o índice este ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times permaneceu fechado devido a feriado.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,22 por cento, para 8.435 pontos.   Continuação...