Grupo EBX contratou R$6 bi de empréstimos no BNDES, diz Coutinho

terça-feira, 27 de agosto de 2013 18:46 BRT
 

BRASÍLIA, 27 Ago (Reuters) - Os empréstimos de empresas do grupo EBX efetivamente contratados junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) somam cerca de 6 bilhões de reais, disse nesta terça-feira o presidente da instituição, Luciano Coutinho, em Brasília.

"Aprovamos empréstimos em uma escala de 10 bilhões de reais, os empréstimos efetivamente contratados chegaram em torno de 6 bilhões de reais, e neste momento uma parte expressiva está migrando para outras companhias", disse Coutinho a jornalistas, após audiência no Senado.

Coutinho explicou que, uma vez que há interessados em ativos do EBX, do empresário Eike Batista, a dívida do grupo com o banco também pode ser equacionada.

"As companhias que nós financiamos estão sendo objeto de transferência para outros investidores, todo esse volume vai estar equacionado porque essas empresas, como têm ativos e planos de negócios interessantes, atraíram novos investidores", afirmou. "De forma que esses novos investidores levarão adiante esses projetos e, portanto, assumirão esses financiamentos."

Ele citou o caso da MPX, cujo controle foi transferido para o grupo alemão E.ON.

"A MPX foi adquirida por uma importante empresa de energia... hoje sob a liderança da grande empresa alemã de energia, a E.ON. Só isso já transferiu uma parcela majoritária desse valor (de 6 bilhões de reais)", completou Coutinho.

Ele disse ainda que espera que esses valores sejam equacionados no curto prazo.

Mais cedo, ele havia afirmado na audiência que o BNDES tem posição "extremamente confortável" sobre as garantias de empréstimos ao grupo EBX, que enfrentam um crescente endividamento e uma crise de confiança.

(Por Luciana Otoni)