Blecaute atinge todo Nordeste, com corte de 8 mil MW de energia

quarta-feira, 28 de agosto de 2013 17:33 BRT
 

Por Anna Flávia Rochas

SÃO PAULO, 28 Ago (Reuters) - Um blecaute atingiu o Nordeste nesta quarta-feira, provocando corte de 8 mil megawatts (MW) de carga de energia na região, na primeira queda de eletricidade de grandes proporções no Brasil em 2013.

Duas fontes do governo disseram à Reuters que o blecaute teria provocado o corte de 8 mil MW de carga, atingindo potencialmente 16 milhões de pessoas --já que cada 1 mil MW atende a cerca de 2 milhões de pessoas.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que o apagão teve início às 15h03. A interrupção do fornecimento de eletricidade afetou áreas em todos os Estados do Nordeste: Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Piauí, Alagoas, Ceará, Paraíba, Sergipe e Maranhão, segundo concessionárias que atuam nesses locais consultadas pela Reuters.

O ONS disse, por meio da assessoria de imprensa, que ainda não é possível precisar quais localidades foram atingidas, o tamanho do blecaute, nem a causa da interrupção no fornecimento de energia.

"A orientação do governo é restabelecer a energia o quanto antes e investigar as causas (do blecaute)", segundo a assessoria do Ministério de Minas e Energia.

O ONS está trabalhando para retomar o fornecimento de energia nas áreas atingidas, e em algumas localidades a carga já foi restabelecida, segundo concessionárias de distribuição.

A Chesf, geradora e transmissora de energia do grupo Eletrobras, disse que a carga de energia de todo Nordeste foi atingida pelo evento que levou à falta de energia em áreas da região. A sede da empresa, em Recife, chegou a sofrer o blecaute.

Fontes do setor afirmaram à Reuters na semana passada que os reservatórios das hidrelétricas brasileiras estão, em geral, em níveis que não geram preocupações. Mas elas alertaram que o Nordeste necessitava atenção, já que os níveis das represas estão baixos e existe limitação para exportar energia para a região.   Continuação...