Rio Grande do Sul elevará área de soja em 2,7% em 2013/14--Emater

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 11:35 BRT
 

SÃO PAULO, 29 Ago (Reuters) - A área com soja no Rio Grande do Sul, terceiro maior produtor do país, deverá crescer 2,7 por cento na safra 2013/14, que começa a ser semeada nos próximos meses, ganhando espaço em áreas ocupadas pela pecuária, arroz e milho, estimou nesta quinta-feira a Emater/RS, órgão de assitência técnica do governo estadual.

A entidade, em sua primeira estimativa para a próxima safra, projetou plantio da oleaginosa em 4,855 milhões de hectares, contra 4,727 milhões de hectares em 2012/13.

"Mais uma vez chama atenção o expressivo incremento verificado em zonas não tradicionais na produção de soja como Região Sul, Campanha e Fronteira Oeste", disse a Emater, em nota.

Os preços em alta e a demanda aquecida fazem com que os agricultores aumentem o interesse na produção da soja, ressaltou a entidade.

Com base na produtividade média dos últimos 10 anos, que incluiu safras prejudicadas por secas, a produção gaúcha de soja deverá ficar praticamente estável em 2013/14, apesar do incremento de área.

A Emater estima colheita de 12,765 milhões de toneladas, alta de 0,07 por cento ante a temporada passada.

MILHO

A área com milho na safra de verão no Rio Grande do Sul deverá cair 2,9 por cento, atingindo 1,005 milhão de hectares.

"O milho destinado à produção de grão, a exemplo da safra passada, novamente terá área 'roubada' pela soja, uma vez que, na comparação em termos de preço e rentabilidade entre as duas culturas, esta última leva grande vantagem sobre a primeira", disse a Emater.

Também com base na produtividade média de 10 anos, a colheita de milho verão deverá alcançar 4,93 milhões de toneladas, recuo de 7,7 por cento ante 2012/13.

(Por Gustavo Bonato)