Bank of China abre divisão para operar commodities dentro da China

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 14:16 BRT
 

XANGAI, 29 Ago (Reuters) - O braço internacional do Bank of China abriu uma unidade para negociar commodities no continente, em busca de reforçar sua presença no setor, disse uma autoridade sênior do banco.

A legislação chinesa proíbe os bancos de negociar commodities no mercado físico, com exceção do ouro. Por isso, o Bank of China, o quarto maior financiador do país em valor de mercado, usou suas subsidiárias externas para conseguir a licença para comercializar.

Como uma empresa integralmente de propriedade estrangeira (WFOE, sigla em inglês), o Bank of China International (BOCI) tem a permissão para comercializar commodities físicas internamente e contratos futuros através de corretoras na Shanghai Futures Exchange, disse o executivo.

"Nós recebemos a licença WFOE em junho e estamos lançando nossas operações de trading", disse à Reuters Jiang Xu, vice-presidente geral de negócios globais do BOCI, no intervalo de conferência em Xangai, na quinta-feira.

"O banco já tem operações em Nova York, Londres e Cingapura, cada uma focando diferentes commodities. Nós queremos aumentar nossa força e crescer no negócio de commodities."

(Reportagem de Fayen Wong)