Ações dos EUA avançam por economia, mas Síria limita ganhos

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 18:11 BRT
 

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK, 29 Ago (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam em alta modesta nesta quinta-feira diante de sinais de melhora na economia norte-americana, mas a incerteza sobre possíveis ações militares contra a Síria continuava a pressionar os mercados.

A alta também teve fôlego com negociações que podem levar a um acordo envolvendo a operadora de telefonia dos EUA Verizon e a Vodafone para a aquisição de fatia da Verizon Wireless.

O índice Dow Jones avançou 0,11 por cento, para 14.840 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,20 por cento, para 1.638 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subiu 0,75 por cento, para 3.620 pontos.

Wall Street operou solidamente no azul durante a maior parte do pregão, mas reduziu os ganhos na última hora devido a preocupações com a Síria. Muitos investidores no mercado esperam um ataque pelos EUA e seus aliados, em função do suposto uso de gás venenoso por forças do governo contra cidadãos sírios. Autoridades dos EUA disseram que uma resposta seria "discreta e limitada".

"Os mercados já precificam um ataque, mas não há como os mercados apreciarem as implicações além disso caso os EUA vão à guerra", disse o estrategista global de mercados do JPMorgan Funds, Joe Tanious.

"Vão ser criados muitos efeitos colaterais, com o impacto sobre o petróleo sendo a principal complicação".

Os futuros de petróleo nos EUA ganharam 2,2 por cento nesta semana devido à preocupação de que a oferta de petróleo no Oriente Médio seja interrompida.

As ações avançaram após o governo informar que a economia cresceu 2,5 por cento no segundo trimestre, acima das expectativas. Em relatório separado, o número de pedidos por auxílio-desemprego semanais recuou mais do que o antecipado na semana passada, um possível sinal de que as contratações melhoraram em agosto.