Presidente francês vê crescimento mais forte que o previsto em 2014

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 08:42 BRT
 

PARIS, 30 Ago (Reuters) - O presidente da França, François Hollande, disse nesta sexta-feira acreditar que o crescimento econômico em 2014 será mais forte que o esperado nas estimativas oficiais, e defendeu-se das críticas a suas reformas econômicas.

Hollande disse ao jornal Le Monde que uma série de reformas conduzidas desde que assumiu o cargo 15 meses atrás estão produzindo efeitos positivos na economia e continuarão a ganhar força.

"Eu aposto que seremos capazes de elevar levemente a previsão de crescimento para 2014", disse Hollande, segundo entrevista ao jornal.

Ele não estabeleceu uma nova meta. A previsão oficial de crescimento da França em 2014 é de 1,2 por cento.

O Banco da França, banco central do país, diminuiu as esperanças de rápida recuperação econômica quando divulgou a previsão de crescimento de apenas 0,1 por cento no terceiro trimestre, citando a fraca demanda doméstica como um fator de desaceleração.

Entretanto, o segundo trimestre teve crescimento relativamente robusto, de 0,5 por cento.

Hollande está lutando para retomar o crescimento através de isenção de impostos para empresas ao mesmo tempo que batalha para diminuir o desemprego recorde, mas os esforços dele estão sendo dificultados pelo aperto fiscal imposto pela União Europeia com o objetivo de reduzir o déficit público.

O presidente socialista disse que reconhece a frustração crescente entre líderes empresariais quanto aos planos de aumentar os impostos corporativos no orçamento de 2014, dizendo que é hora de aliviar os aumentos.

(Reportagem de Nicholas Vinocur)