Governo prevê leilão de opções de café na próxima semana

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 19:01 BRT
 

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 30 Ago (Reuters) - O governo brasileiro prevê dar início na próxima semana aos leilões de contratos de opção de café, um programa que visa sustentar os preços após a commodity ter renovado uma mínima de quatro anos nesta sexta-feira.

O Brasil, maior produtor e exportador global de café, anunciou no início do mês que a operação envolverá potencialmente a compra pelo Estado de 3 milhões de sacas de 60 kg, mas o mercado ainda aguarda detalhes do programa.

"Está tudo pronto na parte operacional, é só questão de dar o 'start'", afirmou à Reuters o diretor do Departamento do Café, Janio Zeferino da Silva, do Ministério da Agricultura.

Ele confirmou informação publicada mais cedo de que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) deverá publicar, na próxima semana, o aviso do leilão de contratos de opções, um procedimento que torna pública as regras da operação.

Embora tenha dito que o primeiro leilão será realizado na próxima semana, Silva evitou apontar uma data, dizendo que isso dependerá das condições do mercado.

"Estamos avaliando com a Conab, a estratégia é rapidamente colocar essas 3 milhões de sacas, precisamos dar sinal para o mercado que o governo tem política e está disposto a bancar a recuperação dos preços", declarou.

Os preços do café no mercado internacional têm caído, de maneira geral, pelas grandes safras colhidas no Brasil em 2013, com colheita em fase final, e em 2012, após preços em máximas históricas em 2011 impulsionarem produtores a capricharem nos tratos culturais, o que elevou as produtividades. Além disso, a safra deste ano contou com um tempo favorável.

Mais recentemente, um dólar forte frente ao real tem pressionado os preços em Nova York, uma vez que tal câmbio incentiva vendas de produtores do Brasil contra os futuros.   Continuação...