Empresa britânica de pesquisa WGSN compra brasileira Mindset

segunda-feira, 2 de setembro de 2013 07:03 BRT
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO (Reuters) - Controlada pelo britânico Top Right Group , a empresa de pesquisa de tendências WGSN anunciou a compra da consultoria brasileira Mindset nesta segunda-feira, numa investida para elevar a oferta de produtos e a representatividade na receita global, disse o gerente-geral do Top Right no país.

A WGSN já era representada pela Mindset há nove anos na América do Sul. A empresa, que vende assinaturas de um portal que busca antecipar o que estará em voga na indústria da moda e design, conta com uma base de 370 clientes e tem faturamento anual estimado em 6,5 milhões de dólares na região. O Brasil responde por cerca de 80 por cento desse montante.

"Temos uma visão de longo prazo para o país, que foi escolhido junto com a China como mercado prioritário para a expansão do Top Right", disse José Papa Neto, adicionando que o ambiente econômico atual não diminui as projeções para o futuro.

Segundo o executivo, a operação brasileira responde por 6 a 7 por cento do que a WGSN vende no mundo, uma fatia que a empresa quer elevar, crescendo a um ritmo anual de dois dígitos.

"O mercado europeu já está saturado e o Brasil é um país com 200 milhões de habitantes", afirmou à Reuters. "Não é uma preocupação corrente com juros e câmbio que mudará isso."

Com a operação, o Top Right também assume o braço de pesquisa e análise do consumidor da Mindset, divisão criada no fim de 2009. Entre as companhias assessoradas pela consultoria, estão Coca-Cola, Leroy Merlin, Hypermarcas e Lojas Renner --esta última contou com o trabalho da Mindset para estudar o mercado antes do lançamento da marca jovem Youcom.

Sócia-fundadora da Mindset, Andréa Bisker afirmou que a chancela da WGSN abre portas para a introdução de novos produtos na região. Um deles é o Planet Retail, serviço de dados do setor varejista, que passará a ser ofertado pela filial.

Pelo acordo com o Top Right, Andréa assumirá o cargo de diretora comercial para a América Latina por um prazo mínimo de três anos. Sua sócia Letícia Abraham, por sua vez, responderá pela diretoria de pesquisa e planejamento. O valor da operação, que envolveu a compra de 100 por cento da Mindset, não foi revelado.   Continuação...