ONS estima alta de 5% na carga de energia do país em setembro

segunda-feira, 2 de setembro de 2013 15:07 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgou relatório nesta segunda-feira que estima um crescimento de 5 por cento na carga de energia do país em setembro em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo o documento, a previsão de carga para setembro é de 63.357 megawatts médios, com todas as regiões do país apresentando crescimentos maiores que no subsistema Sudeste e Centro-Oeste.

A expectativa do ONS para a principal região industrial do país, que inclui Sudeste e Centro-Oeste, é de crescimento de 2,5 por cento na carga, para 38.208 MW médios.

Para o ONS, a previsão "acompanha o comportamento observado nos últimos meses que vem sendo impactado pelo desempenho da indústria, que continua não apresentando uma dinâmica de recuperação bem definida".

A região com maior aumento previsto na carga é a Norte, com expectativa de incremento de 25 por cento, para 5.235 MW, decorrente principalmente da conexão de Manaus ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

"Retirando o efeito dessa interligação, a carga prevista para setembro apresentaria um decréscimo de 0,9 por cento em relação ao mesmo mês do ano anterior, explicado, principalmente, pela redução na carga de alguns consumidores livres da região", segundo o ONS.

Para o Nordeste a estimativa de carga para setembro é de 9.595 MW, alta de 5,7 por cento sobre um ano antes, enquanto para o Sul o ONS estima 10.319 MW, 5,5 por cento mais que o mesmo mês de 2012.

PREVISÃO DE CHUVAS

No Nordeste, a expectativa é que a energia natural afluente (ENA)--energia que pode ser produzida a partir das vazões de água aos reservatórios-- seja a pior para um mês de setembro num histórico de 81 anos, conforme já ocorreu em agosto.   Continuação...