Produção de petróleo da Petrobras tem queda de 4,8% em julho ante junho--ANP

segunda-feira, 2 de setembro de 2013 19:15 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Set (Reuters) - A Petrobras produziu 1,79 milhão de barris de petróleo por dia no Brasil em julho, uma queda de 4,8 por cento ante o volume de 1,881 milhão de barris do mês anterior, informou nesta segunda-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A queda na produção da estatal, que afetou a extração total do país em julho, ocorreu em meio a uma parada programada por cerca de 15 dias na plataforma P-40, em Marlim Sul, o maior campo produtor do Brasil.

A produção de Marlim Sul, que conta com a operação de mais de uma plataforma, somou 258 mil barris por dia, segundo a ANP. A P-56, instalada no mesmo campo, foi a plataforma que registrou a maior produção no país, com 143,8 mil barris de óleo equivalente por dia (petróleo e gás), por meio de oito poços.

Além da parada da P-40, a Petrobras também sofreu com uma queda na produção do pré-sal em julho, segundo a ANP.

A produção do pré-sal totalizou 358,8 mil barris de óleo equivalente por dia, uma redução de 4,6 por cento em relação ao mês anterior.

"O principal motivo para a queda na produção (do pré-sal) foi a conclusão do Sistema de Produção Antecipada (SPA) do poço 3BRSA788SPS, interligado ao FPSO Cidade de São Vicente e localizado no campo de Sapinhoá", disse a ANP.

A Petrobras, que ainda não divulgou seus próprios números de produção para julho, respondeu por cerca de 93 por cento da extração de petróleo e gás natural do país, segundo a ANP.

Procurada, a estatal não comentou os números da agência reguladora. No início de agosto, o diretor de Exploração e Produção da Petrobras, José Formigli, disse que a empresa teria menos paradas nas plataformas no segundo semestre, o que colaboraria para elevar a produção.

Além disso, a companhia prevê a entrada de quatro novos sistemas de produção até o final do ano.   Continuação...