Barclays irá vender banco de varejo nos Emirados Árabes após revisão

terça-feira, 3 de setembro de 2013 09:29 BRT
 

DUBAI, 3 Set (Reuters) - O Barclays decidiu vender suas operações de banco de varejo nos Emirados Árabes Unidos após conduzir uma revisão de seus negócios, disse o banco britânico nesta terça-feira.

A potencial venda pode impactar até 280 funcionários, afirmou uma fonte familiarizada com o plano, acrescentando que o banco planeja reduzir seu portfólio de varejo no país do Golfo Árabe, o que inclui cartões de crédito, hipotecas e empréstimos pessoais, embora queira manter suas duas filiais em Dubai.

Uma outra fonte do setor confirmou que o banco irá manter suas duas unidades em Dubai para atender clientes de serviço bancário corporativo.

Sob o comando do presidente-executivo Anthony Jenkins, o Barclays está cortando pelo menos 3.700 empregos, controlando o pagamento de funcionários sêniores e fechando empresas em todo o grupo, em face das novas restrições regulatórias sobre riscos.

"Após uma revisão estratégica, o Barclays decidiu reorientar esforços nos Emirados Árabes Unidos para o banco corporativo e de investimento e para gestão de investimentos e fortunas, suas principais forças", disse o banco, recusando-se a fornecer quaisquer detalhes adicionais.

(Por Dinesh Nair)