Espanha flerta com investidores estrangeiros em venda de bancos resgatados

terça-feira, 3 de setembro de 2013 14:07 BRT
 

Por Sarah White e Jesús Aguado

MADRI, 3 Set (Reuters) - A Espanha está abrindo as portas para fundos de investimento estrangeiros interessados ��em comprar seus bancos resgatados, embora investidores externos provavelmente terão que lutar para ganhar controle dessas instituições, que ainda podem precisar de ajuda adicional do governo para facilitar uma venda.

O ministro da Economia da Espanha, Luis de Guindos, disse nesta terça-feira que investidores internacionais estão entre os interessados no NCG Banco, um resgatado banco estatal da região norte da Galícia que será leiloado no final de setembro.

"Há interesse, não só por parte dos bancos nacionais, mas também de alguns fundos estrangeiros", disse De Guindos em entrevista à rádio Cadena Ser.

O banco é um dos vários que foram nacionalizados depois de um longo período de crise no setor imobiliário do país. Junto com o banco baseado em Barcelona Catalunya Banc, o NCG recebeu uma das maiores ajudas dentro do resgate de 41 bilhões de euros (54 bilhões de dólares) europeu no ano passado.

O governo espera vender os dois bancos nos próximos meses, em um dos maiores testes da sua capacidade de superar uma crise que se arrastava para as finanças estaduais da Espanha à medida que o país se esforça para conter um déficit elevado.

Fundos estrangeiros, como empresas de private equity, obtiveram sucesso em adquirir carteiras de empréstimos fracassados ��baratas nos últimos anos -- enquanto os bancos enfraquecidos encolheram seus balanços -- e alguns também estão comprando ativos no setor imobiliário.

Um sinal encorajador para os investidores interessados ��no NCG Banco é que sua subsidiária menor EVO Banco -- uma rede de 80 agências operando fora do núcleo do NCG Banco na Galícia, Asturias e León -- provavelmente será vendida a estrangeiros.

A empresa de private equity dos EUA Centerbridge e londrina AnaCap --duas das empresas interessadas nas unidades do 315 Royal Bank of Scotland na Grã-Bretanha-- estão entre os candidatos nas negociações em estágio avançado para comprar a unidade, informou o Financial Times na segunda-feira.

A AnaCap se recusou a comentar enquanto o Centerbridge não pode ser imediatamente contatado.