Bovespa fecha com leve alta, mas sem força para acompanhar NY

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 17:56 BRT
 

SÃO PAULO, 4 Set (Reuters) - O principal índice da Bovespa encerrou esta quarta-feira com leve alta, mas sem força para acompanhar os ganhos mais acentuados das bolsas norte-americanas depois de um forte avanço no início da semana.

O Ibovespa teve variação positiva de 0,18 por cento, a 51.716 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,1 bilhões de reais.

Em um dia em que o Dow Jones avançou 0,65 por cento e o Standard & Poor's 500 subiu 0,81 por cento, o índice teve ganhos mais sutis, após ter registrado sua maior alta em mais de um ano na segunda-feira em reação a dados robustos sobre a atividade industrial da China e da Europa.

"Estamos nos arrastando numa semana que começou com novidades importantes e hoje há pouca coisa, o que explica um pouco essa amarração", afirmou o especialista em renda variável Rogério Oliveira, da Icap Brasil.

Especialistas esperavam que a divulgação do Livro Bege do Federal Reserve, banco central norte-americano, trouxesse alguma força ao mercado, mas o documento acabou reforçando a visão já predominante de que a instituição deve reduzir ainda neste mês seu programa de estímulos.

No pano de fundo, um sentimento de incerteza permanecia nas praças financeiras globais, em meio à possível ação militar contra a Síria, que desestimulava compras.

"Ninguém quer tomar uma posição arriscada, com medo de que a situação na Síria fique mais séria", afirmou o economista Silvio Campos Neto, da Tendências Consultoria.

Nesta sessão, o papel ordinário da Petrobras foi a maior influência positiva sobre o índice, mas o destaque percentual de alta ficou com a Eletropaulo, que subiu 3,58 por cento.

Segundo o estrategista Luis Gustavo Pereira, da Futura Corretora, o papel da companhia do setor elétrico pode ter sido afetado por um movimento de "short squeeze" (cobertura de posições vendidas).   Continuação...