Volume negociado no mercado global de câmbio sobe mais de 30% em 3 anos

quinta-feira, 5 de setembro de 2013 14:47 BRT
 

Por Anooja Debnath

LONDRES, 5 Set (Reuters) - O volume de negociações nos mercados de câmbio saltou em mais de um terço nos últimos três anos para 5,3 trilhões de dólares por dia, ou cerca de 90 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão, mostrou nesta quinta-feira uma pesquisa do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês).

O levantamento, realizado a cada três anos, mostrou que o crescimento foi motivado pelo aumento do poder de hedge funds, fundos de seguros e outras instituições não-bancárias, e Londres cimentou sua dominância como centro de transações cambiais.

O dólar norte-americano permanece sendo, de longe, a divisa dominante, enquanto o euro viu sua participação no volume total de negociações recuar para o menor nível desde a criação da moeda em 1999, refletindo o impacto da crise de dívida soberana da zona do euro, que começou em 2010.

"Volatilidade, intervenções de bancos centrais e desdobramentos regulatórios foram alguns dos temas mais importantes dos mercados de câmbio nos últimos três anos", disse o presidente-executivo do sistema de compensação cambial CLS Bank, David Puth.

"Hoje, o mercado de câmbio é mais líquido, eficiente e transparente ... É razoável assumir que o volume diário continuará a aumentar ao longo dos próximos anos".

O volume diário médio de transações que passaram pelo CLS entre abril de 2010 e abril de 2013 --o período abrangido pela pesquisa do BIS-- subiu 42,5 por cento.

TRANSAÇÕES DE IENES CRESCEM, EURO CAI

O levantamento mostrou que o dólar continuou o rei do mercado de câmbio, respondendo por 87 por cento de todas as transações em abril de 2013, alta ante cerca de 85 por cento há três anos.   Continuação...