Impulsionado por Petrobras, Ibovespa atinge maior nível em três meses

quinta-feira, 5 de setembro de 2013 18:36 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 5 Set (Reuters) - O principal índice da Bovespa avançou mais de 1 por cento nesta quinta-feira, descolado das bolsas norte-americanas, em sessão de alto giro financeiro com a influência positiva da Petrobras.

O Ibovespa encerrou com alta de 1,23 por cento, a 52.351 pontos --maior nível de fechamento desde 6 de junho. O giro financeiro da sessão foi de 9 bilhões de reais.

Tanto a ação preferencial quanto a ordinária da Petrobras subiram mais de 3 por cento nesta sessão. Sete profissionais do mercado ouvidos pela Reuters não souberam apontar o motivo da alta, mas a maioria citou a volta de rumores sobre reajuste nos preços da gasolina e do diesel.

As ações da petroleira haviam subido com força em meados de agosto devido à expectativa de um reajuste nos combustíveis, que reduziria a defasagem dos valores praticados pela estatal. O aumento dos preços, no entanto, não se concretizou, o que fez o movimento perder força no mês passado.

Na terça-feira, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o governo ainda não cogita um reajuste no preço da gasolina para este ano.

"Hoje estava com cara de que o mercado ia trabalhar próximo da estabilidade, mas, dado o seu peso no Ibovespa, a Petrobras acabou puxando para cima" afirmou o operador de renda variável Thiago Montenegro, da Quantitas Asset Management.

O índice fechou descolado das bolsas dos Estados Unidos, que tiveram ganhos apenas residuais, com investidores relutantes em fazer grandes apostas antes da divulgação do relatório de emprego do país na sexta-feira e com a perspectiva de um ataque liderado pelo Ocidente contra a Síria ainda incerta.

Segundo operadores, a queda do dólar ante o real neste pregão também foi um catalisador de ganhos para alguns papéis, como o da companhia aérea Gol, que tem diversos custos em moeda estrangeira. No outro sentido, os papéis das empresas de siderurgia Gerdau e Usiminas, que exportam e concorrem com importados, recuaram.   Continuação...

 
Homem fala ao celular em frente a um placar eletrônico na bolsa de valores BM&FBovespa em São Paulo. O principal índice da Bovespa avançou mais de 1 por cento nesta quinta-feira, descolado das bolsas norte-americanas, em sessão de alto giro financeiro com a influência positiva da Petrobras. 4/08/2011 REUTERS/Nacho Doce