Petra desiste de 9 blocos arrematados na 11a rodada da ANP

quinta-feira, 5 de setembro de 2013 21:48 BRT
 

Por Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 3 Set (Reuters) - A petroleira brasileira Petra Energia, uma das empresas que arrematou mais blocos na 11a Rodada de Licitações de áreas exploratórias de petróleo, desistiu de nove áreas que venceu no leilão.

A empresa informou à Reuters na noite desta quinta-feira que não ficará com as áreas da Bacia do Parnaíba que disputou e venceu no certame "para poder se concentrar nas áreas onde tem presença mais diferenciada".

"A Petra e seus investidores decidiram concentrar sua presença onde a empresa tem posicionamento diferenciado, especialmente no Tucano Sul onde ganhou 15 dos 16 blocos que disputou e na bacia de Pernambuco-Paraíba onde adquiriu a totalidade dos blocos onde 'bidou' com 70 por cento de interesse", disse em nota à Reuters a diretora corporativa da Petra, Ana Bizzotto.

A Petra, grande exploradora de petróleo em terra, arrematou 28 blocos no leilão realizado em meados de maio, e deveria ter pago até o dia 30 de agosto à ANP um total em bônus de assinatura da ordem de 111 milhões de reais.

Assim como a OGX, do empresário Eike Batista, a Petra não pagou o bônus de assinatura de todas as áreas pelas quais apresentou oferta à Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), disseram mais cedo à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto, sob condição de anonimato.

A empresa ainda não assinou nenhum dos contratos de concessão para as áreas que arrematou no leilão, mas ainda tem até o dia 17 de setembro para fazê-lo no caso dos blocos cujos bônus de assinatura foram pagos.

"A empresa realizou a entrega da totalidade dos pagamentos e das garantias para 19 blocos, sendo 15 blocos na bacia do Tucano Sul e 4 blocos na bacia Pernambuco-Paraíba", disse a diretora da Petra.

Os contratos serão assinados em 17 de setembro, de acordo com cronograma definido pela ANP, acrescentou.   Continuação...