Governo brasileiro fixa parâmetros para contratos de opção de café

sexta-feira, 6 de setembro de 2013 14:25 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Set (Reuters) - O governo federal estabeleceu nesta sexta-feira os parâmetros para os contratos de opção de venda de café arábica, dando andamento a um pacote de ajuda à sustentação do mercado brasileiro anunciado recentemente, segundo o Diário Oficial da União.

Os contratos serão para café tipo 6, bebida dura para melhor colhido em 2013.

O governo confirmou o preço do exercício de 343 reais por saca, com vencimento dos contratos em 31 de março de 2014.

Atualmente, os preços da saca do arábica tipo 6 no mercado físico brasileiro estão em cerca de 281 reais por saca, segundo o indicador diário Cepea/Esalq, acompanhando as cotações internacionais que oscilam perto da mínima de quatro anos.

Os recursos disponíveis para os contratos de opção são de até 1,05 bilhão de reais, correspondendo, portanto a um volume de cerca de 3,061 milhões de sacas.

Os custos com embalagens serão indenizados pelo governo, disse a portaria interministerial publicada no DOU.

Os leilões devem ser realizados cinco dias úteis após a publicação do aviso, disse em nota a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que participa das negociações com o governo.

"A publicação será feita pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na próxima semana", informou a CNA.

Na semana passada, uma autoridade do Ministério da Agricultura disse à Reuters que previa dar início ao processo dos leilões nesta semana.   Continuação...