Bolsas europeais sobem; dado de emprego nos EUA alimenta incerteza sobre Fed

sexta-feira, 6 de setembro de 2013 14:36 BRT
 

Por Alistair Smout

LONDRES, 6 Set (Reuters) - As ações europeias subiram nesta sexta-feira, impulsionadas após os dados de emprego dos Estados Unidos ficarem abaixo das expectativas, alimentando esperanças de que os estímulos do Federal Reserve, banco central norte-americano, continuarão para além de setembro.

No entanto, as ações aguentaram uma sessão agitada após preocupações sobre o apoio da Rússia à Síria no caso de um ataque deixarem os investidores cautelosos.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,51 por cento, a 1.229 pontos.

O crescimento dos empregos nos Estados Unidos ficou abaixo das expectativas em agosto, indicando que o banco central norte-americano pode não começar a reduzir seus estímulos --que têm ajudado a levar os mercados de ações para cima-- neste mês, como os mercados esperavam.

"O dado do mercado de trabalho é mais fraco que o esperado --com a fraca criação de empregos-- e à medida que a participação do trabalhador tem diminuído, não é surpresa que a redução que era vista no preço, saia do preço, e agora estamos tendo um rali", afirmou o analista da Shore Capital, Gerard Lane.

"O que é preocupante é que más notícias são boas notícias... se eles não reduzirem, então é porque a economia está pior do que achamos, o que não é bom no longo prazo para as ações", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,23 por cento, a 6.547 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,49 por cento, para 8.275 pontos.   Continuação...