6 de Setembro de 2013 / às 20:14 / em 4 anos

Com dados dos EUA, dólar cai para R$2,30 e recua na semana

SÃO PAULO, 6 Set (Reuters) - O dólar fechou em queda e voltou ao patamar de 2,30 reais devido ao apetite de investidores por ativos de risco, como moedas de países emergentes, diante de dados piores do que o esperado sobre o mercado de trabalho norte-americano.

A moeda dos Estados Unidos perdeu 0,86 por cento, a 2,3042 reais na venda, após fechar em queda de 1,37 por cento, para 2,3243 reais, na sessão anterior. Na semana, a divisa perdeu 3,39 por cento.

Na mínima da sessão, a moeda chegou a 2,2811 reais na venda, a menor cotação intradia em três semanas. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,4 bilhão de dólares.

“Os dados sobre o mercado de trabalho norte-americano acabaram se desdobrando nessa reação mais violenta no câmbio”, disse o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito, ressaltando que a depreciação do dólar ante divisas emergentes é “generalizada”.

O crescimento de empregos nos Estados Unidos foi menor que o esperado em agosto, o que pode adiar a redução do estímulo monetário pelo Federal Reserve, que injeta 85 bilhões de dólares mensalmente na maior economia do mundo.

Os postos de trabalho fora do setor agrícola aumentaram em 169 mil no mês passado, abaixo da expectativa de 180 mil de economistas consultados pela Reuters. Já a taxa de desemprego caiu para mínima em 4 anos e meio, mas devido ao fato de trabalhadores terem desistido de procurar emprego.

Não só as contratações foram menores que o esperado no mês passado, como a contagem de vagas de trabalho de junho e julho foram revisadas para mostrar 74 mil empregos a menos do que divulgado anteriormente.

“O dado mostra que se o Fed quiser mesmo reduzir o programa, terá de ser em ritmo bem menor e mais gradual”, afirmou o economista-chefe do Espirito Santo Investment Bank, Jankiel Santos.

Às 17h04, o dólar recuava 1,44 por cento ante o peso mexicano e 0,31 por cento em relação ao peso chileno.

Além disso, contribuía para a queda do dólar o programa de intervenções diário do Banco Central. Pouco depois das 11h, o BC vendeu dólares com compromisso de recompra de uma oferta de até 1 bilhão de dólares. A taxa de recompra em 2 de abril do ano que vem foi de 2,4147 reais, segundo informou a autoridade monetária.

Durante a tarde, o BC anunciou ainda que fará na segunda-feira leilão de swap tradicional --equivalente a venda futura de dólares--, ofertando 10 mil contratos com vencimento em 2 de janeiro de 2014. O leilão ocorrerá entre 9h30 e 9h40 e o resultado será conhecido a partir das 9h50.

Reportagem Bruno Federowski

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below