China compra parte de grande campo de petróleo no Cazaquistão

sábado, 7 de setembro de 2013 14:06 BRT
 

Por Mariya Gordeyeva

ASTANA, Cazaquistão, 7 Set (Reuters) - O presidente chinês, Xi Jinping, chegou neste sábado a um acordo com o Cazaquistão para que a China tenha uma fatia no gigante projeto petrolífero Kashagan, no que se tornou o principal momento de sua viagem à Ásia Central, com o intuito de assegurar hidrocarbonetos para a maior consumidora de energia do mundo.

O acordo de 5 bilhões de dólares vai aumentar ainda mais a influência da China na Ásia Central pós-soviética, que já foi o quintal imperial russo.

O negócio também bloqueia uma tentativa da rival Índia de ter uma fatia do campo petrolífero do Casaquistão, a maior descoberta de petróleo do mundo nas últimas cinco décadas.

"Os dois países acertaram a participação acionária da China no desenvolvimento do depósito de Kashagan", afirmou Xi Jinping em uma entrevista a jornalistas dos imprensa depois de conversas com o presidente do Casaquistão, Nursultan Nazarbayev.

"Os dois governos saúdam e apóiam este acordo", disse.