Itália não vai bloquear aquisições estrangeiras, diz ministro da Economia

sábado, 7 de setembro de 2013 13:55 BRT
 

MILÃO, 7 Set (Reuters) - A Itália não pretende opor-se a aquisições por companhias estrangeiras de empresas nacionais, disse à Reuters o ministro da Economia italiano neste sábado, à medida que empresas importantes como Telecom Italia e AnsaldoEnergia estão envolvidas em negociações de fusão.

O grupo do setor de defesa Finmeccanica está em negociações avançadas para vender sua unidade AnsaldoEnergia para a sul-coreana Doosan Heavy Industries, enquanto o magnata egípcio Naguib Sawiris manifestou interesse na empresa de telecomunicações italiana, que terá uma reunião-chave do conselho em 19 de setembro.

"Nós não temos qualquer estratégia para evitar esses investimentos", disse o ministro Fabrizio Saccomanni em entrevista, destacando que o governo acolheu investidores estrangeiros.

"Nós não temos necessariamente um papel a desempenhar nas negociações individuais, e acho que são as empresas envolvidas que devem decidir sobre os termos e as condições para aquisições estrangeiras ou algo parecido", acrescentou.

(Reportagem de Lisa Jucca)