IGP-M acelera alta para 1,02% na 1ª prévia de setembro--FGV

terça-feira, 10 de setembro de 2013 08:39 BRT
 

SÃO PAULO, 10 Set (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 1,02 por cento na primeira prévia de setembro, ante elevação de 0,13 por cento no mesmo período de agosto, pressionado pelos preços mais altos tanto no atacado quanto no varejo, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

O resultado ainda mostra forte aceleração ante o fechamento de agosto, quando o IGP-M mostrou alta de 0,15 por cento.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, teve alta de 1,42 por cento na primeira prévia de setembro, ante avanço de 0,15 por cento em igual período de agosto.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30 por cento no índice geral, registrou alta de 0,20 por cento, contra variação negativa de 0,04 por cento visto anteriormente.

Por sua vez, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que responde por 10 por cento do IGP, registrou elevação de 0,33 por cento, repetindo a taxa vista na primeira apuração de agosto.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel.

A primeira prévia do IGP-M calcula as variações de preços no período entre os dias 21 e 31 do mês de agosto.

A principal preocupação atualmente em relação à inflação é o impacto da recente valorização do dólar sobre os preços. Na ata da reunião em que elevou a Selic para 9 por cento, o Banco Central mostrou estar atento à alta do dólar e afirmou que a política monetária deve ser usada para conter os efeitos desse movimento sobre os preços.

(Por Camila Moreira; Edição de Alexandre Caverni)