Lagarde diz que união bancária precisa ser finalizada rapidamente

terça-feira, 10 de setembro de 2013 08:59 BRT
 

PARIS, 10 Set (Reuters) - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, pediu aos governos da zona do euro nesta terça-feira que façam um rápido progresso em sua proposta de união bancária, para deixar a crise do bloco definitivamente para trás.

Os esforços europeus para se construir uma barreira conjunta para a região estão cambaleando, com a França e a Alemanha divididas em relação aos principais pilares do sistema, cuja ideia é que restitua a confiança nos bancos da zona do euro.

"Nós pensamos muito na área do euro com um belo navio que foi construído, criado... para os mares calmos, mas que ainda não está completamente finalizado para os mais agitados", afirmou Lagarde em uma conferência em Paris.

"Muito tem sido feito em relação à união bancária. Se eu tenho uma mensagem hoje, é de que essa parte particular do navio precisa ser finalizada, precisa ser completada e velocidade é a essência".

Ela disse que os governos não podem contar exclusivamente com a política monetária frouxa do Banco Central Europeu para estabilizar a crise da dívida da zona do euro, e que as bases de uma melhor governança, da qual a união bancária faz parte, são vitais.

Na mesma conferência sobre a união orçamentária na Europa, o ministro das Finanças francês, Pierre Moscovici, afirmou que a França quer um roteiro para a criação de um orçamento federal da zona do euro no médio prazo.

(Reportagem de Ingrid Melander e Leigh Thomas)