Peugeot buscará novos cortes de produção em conversas com sindicatos

terça-feira, 10 de setembro de 2013 12:14 BRT
 

FRANKFURT, 10 Set (Reuters) - A PSA Peugeot Citroen vai negociar novos cortes de produção com os sindicatos franceses, disse o diretor executivo Philippe Varin na terça-feira, enquanto uma melhoria na demanda por carros parece improvável para resolver o crônico excesso de capacidade da indústria da Europa.

A Peugeot, que provocou a ira de ministros e trabalhadores franceses no ano passado pelo fechamento de uma grande fábrica e 8.000 empregos adicionais, recentemente indicou que pode precisar reduzir a capacidade ainda mais, evitando fechamentos definitivos.

Falando no salão do automóvel de Frankfurt, Varin confirmou que interrupções na linha de produção eram "exatamente a discussão que está em curso", mas disse que iria apresentar aos sindicatos antes de anunciar mais detalhes.

A empresa sediada em Paris perdeu 5 bilhões de euros (6,6 bilhões de dólares) no ano passado. A Peugeot encolheu várias plantas domésticas nos anos recentes, deixando as restantes com duas linhas de produção - como a Mulhouse e Sochaux no leste da França, ou Poissy perto de Paris - mais vulneráveis a novos cortes.

(Por Laurence Frost)