Ações europeias têm máxima desde maio com alívio sobre Síria

terça-feira, 10 de setembro de 2013 14:18 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES, 10 Set (Reuters) - As bolsas europeias atingiram máxima em três meses e meio nesta terça-feira, uma vez que as ações subiram globalmente após sinais de que um ataque norte-americano à Síria, com suas possíveis ramificações no Oriente Médio, pode ser evitado.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 1,3 por cento, a 1.243 pontos, nível visto pela última vez em 29 de maio e pouco acima de sua máxima de 14 de agosto.

A Síria aceitou uma proposta russa nesta terça-feira para entregar suas armas químicas e evitar os ataques norte-americanos, aliviando as preocupações do mercado sobre um possível aumento da violência na região.

As ações das companhias de aviação europeias foram as que mais avançaram, uma vez que as notícias sobre a Síria pressionaram o preço do petróleo em mais de 2 dólares o barril.

"Todo lado quer diminuir a tensão", afirmou Manish Singh, que ajuda a gerenciar mais de 2,5 bilhões dólares em ativos no Crossbridge Capital.

"Não sei se isso irá funcionar, mas por enquanto vamos com o que estamos ouvindo e vendo".

As companhias aéreas easyJet e Lufthansa tiveram as maiores altas no FTSEurofirst 300, subindo 7,2 por cento e 5,9 por cento, respectivamente, com o preço do petróleo, que afeta os custos do combustível, atingindo mínima em duas semanas.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,82 por cento, a 6.583 pontos.   Continuação...