EADS busca mais vendas de ativos que aquisições em reestruturação

quarta-feira, 11 de setembro de 2013 11:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O grupo aeroespacial europeu EADS vai se concentrar mais na venda de ativos para simplificar o seu negócio do que em aquisições enquanto revê suas atividades nas áreas de defesa e espaço, disse o diretor de vendas da unidade Cassidian.

A EADS anunciou em julho que vai combinar as subsidiárias de defesa e espaço e mudar o nome do grupo para Airbus, sua fabricante de aviões, a partir de 1o de janeiro. A reestruturação deverá ser concluída até julho de 2014.

As unidades estão passando por uma revisão do portfólio e o grupo poderia vender atividades que são "pequenas e facilmente segregadas do resto", disse Christian Scherer, vice-presidente de vendas da Cassidian, nesta quarta-feira.

"Qualquer coisa deve resultar em uma simplificação do que fazemos e não adicionar complexidade, adicionando outras atividades. Nós não estamos indo em uma onda de compras", disse ele a jornalistas em uma coletiva na quarta-feira, à margem de uma conferência do setor de defesa em Londres.

Scherer se recusou a especificar quais atividades podem ser vendidas, mas disse que os negócios principais da Cassidian eram aeroespacial militar e que unidades como segurança cibernética, que tem potencial de crescimento, foram fundamentais para o negócio.

"A Cassidian faz de tudo, desde pequenos módulos de radar até aviões de caça e grandes projetos de controle de fronteiras, temos milhares de produtos", disse ele.

"Nós apenas queremos ser mais eficazes no mercado de exportação, nós queremos ser capazes de integrar alguns segmentos de negócios adjacentes que temos."