Stora Enso e Arauco adiam início de operação de fábrica no Uruguai

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 08:51 BRT
 

HELSINQUE/MONTEVIDÉU (Reuters) - A Montes del Plata, joint venture de celulose entre a Stora Enso e a Arauco, da chilena Copec, confirmaram que a nova fábrica de 2 bilhões de dólares no Uruguai será adiada após notícias de greves e outros problemas trabalhistas terem prejudicado a construção.

Uma fonte próxima ao assunto disse à Reuters no início da quarta-feira que a fábrica não iniciaria a produção antes do próximo ano. A empresa previa o início durante o terceiro trimestre deste ano.

"Os principais contratantes de tecnologia informaram recentemente à Montes del Plata que eles não serão capazes de completar seu trabalho de acordo com o calendário", disse a joint venture, em um comunicado enviado por email à Reuters, sem dar um novo cronograma.

"A fábrica está 92 por cento completa e o comissionamento de certas áreas já teve início", acrescentou.

A Stora Enso, segunda maior fabricante de papel da Europa, está mudnado o foco de impressão de papel para áreas mais lucrativas como celulose e embalagens. A empresa também se prepara para construir uma fábrica de celulose e embalagens de 2,1 bilhões de dólares na China, mas o projeto foi adiado diante de espera por aprovações de autoridades.

A unidade de Montes del Plata terá capacidade anual de 1,3 milhão de toneladas de celulose de eucalipto.