Café arábica luta para reconquistar espaço apesar de preço baixo

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 13:55 BRT
 

Por Reese Ewing

BELO HORIZONTE, Brasil, 12 Set (Reuters) - Apesar das quedas nos preços do arábica, a variedade mais suave do café deve enfrentar dificuldades para recuperar sua participação nos "blends" dos torrefadores, disseram especialistas nesta quarta-feira.

Após anos de preços altos, as torrefadoras se afastaram do arábica e buscaram o café robusta, substituto mais barato, acrescentaram.

A médio e longo prazo, as perspectivas para os produtores do arábica parecem boas para grãos da América Central e lavados da Colômbia, além de para o enorme volume do café natural do Brasil, disseram participantes da IV Conferência Internacional de Arábica Natural.

No momento, porém, as grandes torrefadoras tradicionais, como Folgers, Maxwell House, Nescafé e outras, têm sido lentas para reagir sobre a queda nos preços do arábica e voltar a usar mais arábicas em seus "blends", disseram analistas e operadores.

Os americanos começaram a beber mais café feito à base de robusta depois que os preços do arábica subiram para 3 dólares por libra em 2011. Técnicas de vaporização permitiram as indústrias retirar partes das características mais amargas do robusta, que de outra maneira poderiam ter custado a elas a lealdade dos consumidores, que poderiam não gostar do sabor.

"As grandes torrefadoras estão se movendo lentamente, pois se preocupam com o fato de os clientes quererem coerência", disse Ric Rhinehart, analista da SCAA, consultoria de marketing de café. "Eles não verificaram nenhuma queda no consumo de seus produtos e ainda estão ganhando dinheiro."

Os preços do arábica recuaram mais de 30 por cento nos últimos 12 meses para mínimas de quatro anos, segundo o indicador de lavado e naturais da América Latina da Organização Internacional do Café (OIC).

Depois que a diferença entre robustas e arábicas subiu para níveis recordes em 2011, o que levou algumas das principais torrefadoras a introduzir grãos mais baratos a seus blends, tal tendência está se movendo no sentido inverso.   Continuação...