Brasil ampliará liderança de exportações de soja em 13/14, prevê USDA

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 15:21 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO, 12 Set (Reuters) - O Brasil deverá superar os Estados Unidos na produção de soja e ampliar a liderança nas exportações da oleaginosa na temporada 2013/14, mostraram dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) divulgados nesta quinta-feira.

Depois de exportações estimadas em 41 milhões de toneladas em 2012/13, o Brasil deverá embarcar 42,5 milhões em 2013/14, segundo a estimativa revisada do USDA. Em agosto, o órgão havia projetado exportações brasileiras de 41,5 milhões de toneladas.

Para os EUA, a estimativa de exportações em 13/14 foi reduzida para 37,29 milhões de toneladas, ante 37,69 milhões vistos em agosto e 35,79 milhões da temporada anterior.

"Poucas mudanças são esperadas nas exportações globais de soja em 2013/14 (em volumes), com menores exportações dos EUA e da Argentina sendo compensadas por maiores exportações do Brasil e do Paraguai", disse o USDA.

A redução nas estimativas de embarques dos EUA segue uma queda na projeção para a safra da oleaginosa no país.

A estimativa de colheita dos EUA foi reduzida para 85,71 milhões de toneladas, ante 88,6 milhões do relatório de agosto, devido a "menores perspectivas de produtividade, especialmente no oeste do cinturão de grãos".

"O USDA deu o primeiro passo para reconhecer os problemas (climáticos) da soja. Nós esperamos uma nova revisão no relatório do próximo mês", disse o estrategista-chefe da Allendale Inc, Rich Nelson.

As plantações de soja dos EUA têm sofrido com falta de chuvas nas últimas semanas. O desenvolvimento das lavouras está em fase avançada, com a colheita nos EUA prevista para iniciar nas próximas semanas.   Continuação...