Shell e ONGC devem comprar fatia da Petrobras no bloco BC-10, dizem fontes

sexta-feira, 13 de setembro de 2013 11:52 BRT
 

Por Nidhi Verma

NOVA DÉLHI, 13 Set (Reuters) - As petroleiras Royal Dutch Shell e ONGC planejam exercer o direito de preferência que têm na venda da fatia de 35 por cento detida pela Petrobras no bloco BC-10, que a estatal brasileira pretendia vender para a chinesa Sinochem, disseram duas fontes com conhecimento direto das negociações.

A Petrobras anunciou em 16 de agosto um pacote de venda de ativos de 2,1 bilhões de dólares. O principal negócio foi a transferência de fatia de 35 por cento do bloco na bacia de Campos para a Sinochem , por 1,54 bilhão de dólares.

Shell e ONGC, sócias da Petrobras no bloco BC-10, contudo, têm direito de preferência sobre a venda à Sinochem, com prazo de 30 dias para exercer esse direito.

A indiana Oil and Natural Gas Corp (ONGC) atualmente tem 15 por cento de participação no bloco, o que daria a ela, em tese, direito a mais 8 por cento, que viriam da fatia da Petrobras. A operadora do bloco é a Shell, com 50 por cento de participação.

"A ONGC irá comprar entre 10 e 15 por cento de participação no bloco, acima do seu direito de 8 por cento, enquanto a Shell irá comprar entre 20 e 25 por cento", disse uma das fontes.

A segunda fonte disse que a decisão de dar uma participação maior à ONGC foi acertada com a Shell.

A divisão de investimentos no exterior da ONGC não comentou imediatamente o assunto e a Shell disse que não iria se manifestar.

(Reportagem adicional de Andrew Callus, em Londres)